Financial Management Blogs by SAP
Get financial management insights from blog posts by SAP experts. Find and share tips on how to increase efficiency, reduce risk, and optimize working capital.
cancel
Showing results for 
Search instead for 
Did you mean: 
eduardo_kyono
Advisor
Advisor
2,348
Olá

 

Estamos sendo sempre questionados qual caminho o cliente deve tomar para ter a base fiscal para a geração dos SPEDs e outras obrigações: usar o Tax Declaration Framework (TDF) ou usar o Document and Reporting Compliance Statutory Reporting (DRC)?

 

Para responder isso resolvemos criar esse blog para orientar os clientes na tomada de decisão.

 

Antes de tudo, não existe resposta simples e apesar de muitos não gostarem, tudo depende das caracteristicas do cliente.

 

Antes de tudo para quem não é familiarizado, devemos lembrar que o TDF foi o precursor de uma solução da SAP para uso do Hana. Já temos mais de 10 anos que o produto foi lançado e com uma base instalada de clientes que supera a casa dos 200 clientes. É um produto side-car; ou seja ele trabalha em ambiente próprio com seu próprio NetWeaver e se comunica com o ambiente SAP origem dos dados pelo SLT. Mais informações sobre a instalação pode ser encontrada nesses links:

https://help.sap.com/docs/SAP_TAX_DECLARATION_FRAMEWORK_FOR_BRAZIL/7ea3b5ee749543f7be1cc778c8caa72f/...

https://help.sap.com/viewer/tdf_br_installation_guide/fedc080b55fc4350a5f8ec366749f570.html

https://me.sap.com/notes/2190963

http://scn.sap.com/community/portuguese/hana-in-memory/blog/2015/07/20/tdf-preparando-filtros-slt

http://scn.sap.com/community/portuguese/hana-in-memory/blog/2015/07/21/slt-e-tdf--ponto-ideal-de-col...

Quando estamos falando do DRC apesar de ser um produto novo, ele teve a abordagem de absorver o conceito do Central Tax Repository que é a base da solução no TDF. Claro que houve algumas adaptações necessárias em alguns processos, pois o DRC trabalha no mesmo sistema S/4HANA onde são criados os documentos contabeis, notas fiscais e movimentos de mercadoria relevantes para os SPEDs.

Assim, algumas adaptações foram necessárias e algumas funcionalidades que existiam no TDF perderam sentido no DRC como os webservices e o processo de envio de dados direto na mensageria; esse último tópico nos remete a uma alteração de cobertura entre as duas soluções: no TDF temos a possibilidade de usar a mensageria do eSocial, eFinanceira e da EFD-REINF mas no DRC não é possivel usar diretamente a mensageria com isso o eSocial e a eFinanceira deixaram de existir no DRC e para a EFD-REINF é necessario que tenha um processo integrado com os dados do S/4HANA.

Tópicos como as funcionalidades do DRC já foram abordadas em outros blogpost então vamos a pergunta que nos interessa quando devo usar o TDF e quando devo usar o DRC?

Para poder responder essa pergunta iremos lançar alguns pontos importantes:

  1. para o cliente tenho um único S/4HANA produtivo para todas as operações relevantes para os relatórios legais como os SPEDs? No caso do DRC se o cliente tiver mais de um ambiente S/4HANA será necessario instalar o DRC em cada ambiente e com isso a manutenção da solução em cada ambiente. No caso do TDF como é possivel se conectar com mais de um ambiente só seria necessaria uma única instalação de TDF produtivo.

  2. para o cliente ainda tem operação no ECC ou em releases de S/4HANA menor que a 1909? Isso por que o DRC somente se conecta com ambiente S/4HANA e a parte de comunicação com o Governo para a EFD-REINF somente foi entregue na release 1909 e superiores.

  3. o cliente tem "janela de transporte de request para ambiente produtivo"? isso, porque todas as notas de correções e melhorias no DRC não poderão ter "janela de transporte", pois as correções são necessárias para reportar o dado corretamente e; hoje temos em média cerca de 8 sapnotes por mês somente de atualizações.

  4. o cliente tem um volume alto de dados no SAP ou de fontes externas que precisam ser consumidas para serem reportadas como por exemplo operação de RETAIL, operação de utilities ou um alto volume de documentos no próprio SAP? Isso porque devido à natureza dos relatórios OLAP, alguns podem solicitar muita CPU e memória, forçando uma enorme concorrência no OLTP tradicional do ERP. Este é um problema muito alto para qualquer cliente com volume em faturas ou contabilidade. Devemos lembrar que existe muita recorrencia de informações necessarias para as obrigações de informações do ano inteiro.

  5. Você tem auditoria fiscal no Brasil? Acesso direto ao banco de dados para realizar consultas ad hoc para inspeção do governo por exemplo. Eles podem perguntar qualquer coisa e os relatórios não podem responder a algumas perguntas de forma direta. No caso do TDF, a execução desses relatórios adicionais não afetará o sistema de back-end; enquanto que no DRC a execução dos mesmos pode afetar as demais operações dependendo do nivel de seleção de dados.

  6. no seu sistema existem empresas fora do Brasil? para o TDF podemos aplicar filtros para trazer para a base TDF somente as informações necessárias e mesmo assim é possivel usar o NSE para reduzir o consumo de memória: https://blogs.sap.com/2021/07/13/tdf-otimizando-o-consumo-de-memoria-com-particionamento-e-nse/

  7. Você precisa realizar o arquivamento em seu ambiente S/4HANA? O TDF como sistema replicado pode reter mais anos do que a fonte (o governo brasileiro solicita a retenção de dados fiscais de 5 a 10 anos, dependendo da obrigação)


Em resumo, existem beneficios em ambas as soluções e ambas são mantidas pela SAP. A decisão se irá pelo DRC ou pelo TDF fica a cargo de cada projeto.

 

Abraços

 

Eduardo Kyono

 
3 Comments